Bem vindos ao blog do CONATES: A Conferência da Sustentabilidade!!!

sábado, 17 de novembro de 2012

Bíologo e Prof. Jorge Manzoni é destaque profissional na 9ª Edição do Troféu Talentos 2012




Biólogo e professor Jorge Manzoni é destaque profissional na 9ª Edição do Troféu Talentos 2012

 Estou muito satisfeito por ter sido novamente homenageado como destaque profissional no segundo ano consecutivo.  

 Agradeço a todos os colaboradores que acreditam em meus projetos e ideais de Sustentabilidade. 


Ecosaudações e Muito obrigado !!! 


Biólogo e Prof. Jorge Manzoni  


terça-feira, 6 de novembro de 2012

Contribuição do biólogo Jorge Manzoni, idealizador do CONATES: A Conferência Nacional de Turismo Sustentável à Revista Máxima - editora Abril.


Confira o artigo na íntegra nas páginas 72 e 73 na edição de novembro de 2012 da Revista Máxima - editora Abril. Já nas bancas!!!

sábado, 3 de novembro de 2012

Guarujá : Fortaleza da Barra Grande será reaberta para turismo cultural



GUARUJÁ - Por decisão do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN - a Fortaleza da Barra Grande, situada na comunidade de Santa Cruz dos Navegantes, em Guarujá, será agora mantida e administrada pela Prefeitura local. A edificação histórica, que data de 1584, há 20 anos estava sob os cuidados da Universidade Católica de Santos.

A transferência de responsabilidade foi tomada após consenso entre o IPHAN, a Administração Municipal e a própria universidade. A ideia do Município é fazer com que o local volte a ser frequentado por turistas e população em geral, fato que deve ocorrer já a partir do próximo sábado (25). Os interessados devem agendar a visita pelo telefone 3384-6194.

Desejo antigo - Segundo a Prefeitura, a transferência da posse da Fortaleza era uma reivindicação dos próprios moradores de Santa Cruz, que não entendiam o motivo de um monumento histórico da Cidade estar em poder de uma instituição de outro município. Toda a documentação necessária para o processo foi assinada há cerca de 10 dias. 

Para o coordenador de presença política de Guarujá, Averaldo Menezes de Almeida - um dos articuladores da transferência - com a medida, a comunidade só tem a ganhar em termos de cultura. "Lá teremos educação e espaço ecológicos. Também vamos fazer trilhas onde serão identificadas as árvores do caminho, para os que quiserem subir o morro possam apreciar a biodiversidade da flora", adiantou Menezes.

Benefícios - Não apenas os moradores de Santa Cruz dos Navegantes e do Góes devem ser beneficiados, mas toda a população de Guarujá, pois ganhará mais uma opção de turismo cultural. Novos empregos serão criados e a expectativa é que o comércio local possa se beneficiar.

Caberá à Diretoria de Planejamento de Turismo de Guarujá manter esse trabalho. Para tanto, já existem diversos projetos só esperando a reabertura do monumento. "Teremos artesanatos, teatros e musicais infantis, cantina para os visitantes e, mensalmente, missas e batizados. A capela do Forte não recebe missas há mais de 300 anos, então, vamos reativá-la para a população", diz  Silvia Regina Cabral, titular do setor.

Piratas - Monumento histórico-militar dos mais importantes do Estado de São Paulo, a Fortaleza da Barra Grande começou a ser construída em 1584, um ano após Santos ser atacada por piratas ingleses. Em 1590, um novo ataque perfurou o bloqueio feito no forte. Depois disso, a Fortaleza evitou uma tentativa de reabastecimento de barcos holandeses (1615), e uma tentativa de assalto de piratas franceses (1710).

Além de servir como proteção à invasão de navegações inimigas, as instalações da Fortaleza também foram utilizadas como presídio político. Com a construção do Forte de Itaipu, em Praia Grande, perdeu importância estratégica e, posteriormente, foi desativada.

http://www.santaportal.com.br/822-Noticias/Fortaleza-da-Barra-Grande-sera-reaberta-para-turismo-cultural 

 Tags: meio ambiente, educação ambiental, sustentabilidade, desenvolvimento sustentável, CONATES, turismo sustentável, Jorge Manzoni, estratégias de manejo, indicadores de sustentabilidade, Rio Grande, ecoturismo, agroecologia, ecologia, gestão ambiental, agroecossistema, Guarujá, turismo de base comunitária, Barra Grande

GUARUJÁ : Prefeitura passa a administrar Fortaleza da Barra Grande e reabre ao público



A Fortaleza da Barra Grande, situada na comunidade de Santa Cruz dos Navegantes, agora está sob a responsabilidade de Guarujá. A decisão de passar a fortaleza, que estava sob os cuidados da Universidade Católica de Santos (Unisantos) há 20 anos, à Cidade foi tomada após consenso entre membros do Instituto Histórico do Patrimônio Artístico Nacional (Iphan), da Unisantos e da própria Prefeitura de Guarujá.

A transferência definitiva para o Município foi feita no último dia 11 de agosto, após a assinatura dos documentos. A Prefeitura fechou o local por 15 dias para uma série de ações, como limpeza e reforma, com o objetivo de tornar o local propício à visitação de turistas de todo o Brasil.

Para a Prefeitura, não apenas os moradores de Santa Cruz dos Navegantes e do Góes serão beneficiados, mas toda a população de Guarujá, pois ganhará mais uma opção de turismo cultural.

A transferência da posse da Fortaleza à Prefeitura era uma reivindicação dos próprios moradores de Santa Cruz, que não entendiam o motivo de um monumento histórico da Cidade estar em poder de uma universidade de Santos. Agora, a população local só tem o que comemorar, pois novos empregos serão criados. A expectativa é que o comércio local possa lucrar ainda mais quando a Fortaleza for aberta à visitação pública, o que deve ocorrer na próxima sexta-feira (25).

A Fortaleza da Barra Grande abrirá para o público a partir deste sábado (25). As visitas deverão ser agendadas previamente pelo email turismo.fortalezadabarragrande@guaruja.sp.gov.br ou pelo telefone 3384-6194. A visitação será de terça a domingo, das 10 às 16 horas.

http://www.guarujaweb.com.br/noticias-do-guaruja/prefeitura-passa-a-administrar-fortaleza-da-barra-grande-e-reabre-ao-publico-a-partir-deste-sabado-25/

 Tags: meio ambiente, educação ambiental, sustentabilidade, desenvolvimento sustentável, CONATES, turismo sustentável, Jorge Manzoni, estratégias de manejo, indicadores de sustentabilidade, Rio Grande, ecoturismo, agroecologia, ecologia, gestão ambiental, agroecossistema, Guarujá, turismo de base comunitária, Barra Grande